quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Unânime: Câmara derruba veto do executivo

Quarta-feira-20 de agosto
Por unanimidade, o legislativo piratiniense derrubou na sessão da terça-feira, 19, o veto do prefeito Vilso Agnelo à uma emenda parlamentar de autoria do vereador oposicionista Cláudio Dias, PMDB, aprovado na casa em 22 de julho deste ano, data em que o projeto do executivo 26/2014 onde o objeto é o Funprev, também foi aprovado na casa.
Dias usou o aval dado à sua emenda como argumento para que as demais bancadas de situação mantivessem a coerência e derrubassem o veto, ou seja, uma vez a favor, não teriam os demais pares como mudar de opinião.
Com a ausência de Mauro Castro, PMDB, ocorreu à votação secreta que permitiu a promulgação da emenda do peemedebista.

Ao defender sua sugestão ao projeto do executivo disse:
- Eu inclusive abordei o tema com o presidente da comissão do Funprev que deu seu aval à emenda e obtive o parecer jurídico favorável da câmara, assim, não consigo compreender um veto para algo em minha opinião muito simples -

Em síntese, emenda de Cláudio Dias altera o parágrafo 6º do artigo 1º da Lei. o que serviu de justificativa para o mesmo. Após a contagem dos votos o líder da bancada acrescentou:
- Não existe motivo para essa atitude do executivo que me surpreendeu. Felizmente os demais vereadores tiveram o bom senso ao derrubarem o veto – concluiu.

A emenda apenas modifica o parágrafo 6º do artigo 1º da Lei, algo que constava na justificativa do mesmo. "Fiquei muito surpreso, pois não existem motivos para essa atitude. Felizmente, meus pares tiveram o bom senso e derrubaram esse veto", salientou.


Brigada recupera ovinos sumidos no Sandi

Quarta-feira-20 de agosto
Animais foram localizados próximo a sua propriedade de origem
Contrariando as estatísticas que são quase sempre favoráveis aos larápios, na quarta-feira, 20, a Brigada Militar conseguiu recuperar oito ovinos que haviam sido furtados da propriedade de Francisco Ulguim, localizada no Cerro do Sandi, 1º distrito de Piratini.
Os animais haviam sido furtados no dia 09 de agosto e, diferentemente do que é comum em casos como este, o dono e nem a polícia encontram rastros que os mesmos haviam sido mortos e destroçados no local.

Para o sumiço das sete ovelhas e um carneiro, matriz do rebanho avaliado em mil reais, a explicação foi encontrada em outra propriedade próxima a da vítima. Nela, todos os animais foram localizados e posteriormente identificados pela Inspetoria Veterinária como sendo de Francisco Ulguim.

Em entrevista à rádio Nativa, Ulghim afirmou que foi em busca para recuperar seus animais, onde inclusive esteve em vários locais suspeitos. Ele conversou com nossa reportagem, com exclusividade e afirma que sempre acreditou que recuperaria seus animais, porque ele investiu sempre em ovinos de boa qualidade, em genética.
“Eu custei muito a adquirir e a gente sabe o quanto custa para manter a produção”, afirmou Ulghim.

O suspeito de ter praticado o furto, tem 24 anos e não teve seu nome divulgado pela Polícia Civil. Ele, que está colaborando com as investigações, não foi preso por ter ficha policial limpa, mas, admitiu não ser criador e alega que os ovinos apareceram em seu campo. 
Foto: Joseane Duarte

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Sérgio dá explicações sobre Ong e Prefeitura

Terça-feira-19 de agosto
Os debates em torno da Ong Amigo do Bicho continuam no legislativo municipal de Piratini- Depois de denunciar que a instituição mantém dois funcionários em regime de trabalho escravo por pagar R$ 300,00 mensalmente a cada um não fornecendo ainda o Equipamento de Proteção individual, (IPI) para que a limpeza do Canil Municipal seja feita diariamente, o vereador Marcial Guastuci, PMDB, ouviu nesta terça-feira explicações da Prefeitura Municipal a quem acusou de convivência na questão.
Sérgio Castro, PDT, foi o encarregado do desagravo que integrou inclusive, a cópia de um ofício assinado pelo secretário municipal de saúde, Diego Espindola, que em maio como ele mesmo classificou, “apertou” a ong sobre a condição do casal que atua na higienização.
- Tenho em minhas mãos um oficio de maio de 2014, assinado pelo secretário solicitando informações sobre o vínculo empregatício desses funcionários, cobrando os comprovantes que o ateste e, em caso não possuir, o secretário de saúde cobra que sejam exonerados pela ilegalidade da prática – externou Castro que entende ser o documento uma prova de isenção da prefeitura.

O vereador também adicionou às suas exclamações, os valores repassados mensalmente à ong para a manutenção do canil.
- São R$ 2.500,00 em dinheiro mais cerca R$ 1.700,00 repassados em ração para a alimentação dos cães – finalizou.

Procurou esclarecer- 2.500 e mais mil reais em ração- mês- na sessão passada seria responsável pela contratação dos funcionários- 

Daniel pede reformas no Ginásio Municipal

Terça-feira- 19 de agosto
Em dias de chuva forte o Ginásio Municipal apresenta suas armadilhas para àqueles que pagam para usar o local por 60 minutos e com isso podem  praticar o lazer jogando futsal.
Em vários pontos do perímetro da quadra, goteiras deixam o piso parque molhado o que é um grande risco para quedas onde geralmente a nuca do atleta é o ponto do corpo mais exposto ao bater no chão.
Na sessão da terça-feira, o vereador Daniel Morales de Moura que usufrui o local uma vez por semana para bater bola com amigos, deu o alerta e pediu providências para a secretaria competente.
Morales de Moura apontou também as deficiências na iluminação já que muitas das lâmpadas se encontram permanentemente queimadas ou sem funcionamento, fator que colabora para aumentar o nível de insegurança entre os que jogam.
- A carga horária está sempre lotada, assim, entendo que é preciso fazer uma reforma urgente, pois, além dos problemas citados tem ainda partes do piso que estão soltas o que aumenta o perigo – disse o vereador.

Gomes quer guarda municipal para Piratini

Terça-feira- 19 de agosto
Pelas ações autorizadas e executadas em municípios que a implantou, à Guarda Municipal é dado em alguns casos, poderes semelhantes ao da Brigada Militar, como o de realizar a prisão em flagrante por exemplo. Mas, como Piratini inegavelmente é uma cidade pacata, o que levou na sessão da terça-feira o vereador Gilson Gomes, PP, a pedir que uma guarnição neste sentido seja criada no município, são os alarmantes e repetidos atos de vandalismo que danificam ou destroem o patrimônio, seja ele público ou privado.
O tema integrou o debate de outro importante ponto neste sentido, que é a implantação de câmeras de vigilância em ambiente interno, o que em alguns casos já existe, mas, também em área externa das agências bancárias, lotéricas e outros estabelecimentos, onde o autor é o pedetista Sérgio Castro.

Com relação a Guarda Municipal, Gomes disse que se abre neste momento um processo de discussão onde ele quer estar à frente quando o assunto for parar na mesa do executivo.
- Vou ser um batalhador. Pretendo fazer contato com o gabinete e sentar com o prefeito Vilso Agnelo para num esforço ver o que é possível fazer neste sentido – disse Gilson Gomes que enfatizou ser essa uma forma de coibir o vandalismo.

- O que se vê hoje é um esforço da administração municipal para revitalizar uma praça ou um prédio público, mas, poucos dias depois, tudo que ali se investiu vai por água abaixo. Entendo que, a partir do momento que tivermos uma guarda desta natureza fazendo a vigilância do que é público, mas, também privado, isso inibirá a ação dos vândalos – acredita.