terça-feira, 7 de julho de 2015

COSEMS entra com liminar para garantir recursos aos hospitais


Terça-feira-07 de julho
Bósio (E), protocolou  o projeto no TJ na manhã da segunda(6)
COSEMS/RS ingressou nesta manhã (06) com pedido de liminar no TJ em Mandado de Segurança Coletivo para que o Governo do Estado regularize os pagamentos às Secretarias Municipais de Saúde e aos hospitais sem fins lucrativos, integrantes da rede filantrópica

O Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (COSEMS/RS) ingressou na manhã de hoje (06), no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, com pedido de liminar em Mandado de Segurança Coletivo para que o Governo do Estado regularize os pagamentos em atraso a partir do mês de maio. Segundo o presidente do COSEMS/RS e secretário da Saúde de Canoas, Marcelo Bósio, a ação visa regularizar as transferências de recursos de caráter vinculado às Secretarias Municipais de Saúde e às instituições privadas sem fins lucrativos – os hospitais filantrópicos – que atendem ao Sistema Único de Saúde (SUS) através de convênios.

A falta dos recursos vem trazendo gravíssimas dificuldades aos municípios na manutenção de ações de saúde pública, principalmente no atendimento da Atenção Básica, nos serviços de urgência e emergência, no Serviço Móvel de Urgência (SAMU), nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), nos Centro de Atendimento Psicossocial (CAPSs), entre outros. Para Bósio, cabe ao Gestor Estadual a definição de prioridades, que, neste caso, são hierarquizadas através da Constituição Federal e da Lei Orçamentária Estadual. “A garantia do acesso à saúde deve ser a prioridade das prioridades, pois a vida deve ser preservada com dignidade”, afirma.

De acordo com ele, a ausência da regularidade dos repasses vem precarizando a prestação dos serviços de saúde pública, podendo levar, a curto prazo, a um colapso no sistema, o que trará prejuízos irreparáveis à população. Desde o segundo semestre de 2014 há atrasos nos repasses de responsabilidade do Estado, contudo, a partir do mês de maio a situação tem gerado a insustentabilidade do ponto de vista operacional. As parcelas referentes aos meses de maio e de junho de 2015 estão atrasadas, o que vem ocasionando a interrupção do atendimento no SUS em diversas localidades.

Segundo o presidente do COSEMS/RS, o repasse de R$ 27 milhões às Secretarias Municipais de Saúde que foi divulgado na semana passada pela Secretaria Estadual da Saúde sequer ameniza a gravidade da situação que está sendo enfrentada pelos municípios. “O pedido de liminar no Mandado de Segurança coletivo tem por objetivo colocar a Saúde no mesmo patamar de prioridade e importância das demais ações constitucionais”, disse. “Precisamos e exigimos que os repasses que são da Saúde por direito estejam garantidos acima de qualquer outra prioridade, tendo em vista que toda a população depende deste atendimento.”

MPE – No dia 29 de junho, o Ministério Público Estadual aceitou a representação do COSEMS/RS para a garantia dos repasses constitucionais da área da saúde no financiamento e no cofinanciamento das Secretarias Municipais de Saúde e aos hospitais privados sem fim lucrativos que integram a rede filantrópica. Com a decisão do MP serão adotadas medidas cabíveis para a garantia dos repasses ao setor.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Proprietário de carro mente para encobrir colisão com muro

Sexta-feira- 03 de julho
Furto ao veículo não passou de uma mentira para encobrir colisão com o muro
Às 03:00 da madrugada foi comunicado pelo telefone 190 da Brigada Militar que um veículo após ser roubado havia colidido contra o muro da Escola Estadual Rui Ramos na Avenida Perimetral.

Com as guarnições de serviço da Brigada Militar e Polícia Civil no local, os agentes tiveram a confirmação do dono do veículo, um homem de 24 anos, de que seu carro havia sido furtado e o resultado era a colisão contra o muro.

Desde o princípio a ausência de alguns sinais que evidenciam o arrombamento do e outros fatores presentes ou não na cena do crime fizeram a polícia desconfiar da versão do proprietário.

Mesmo assim, ainda na Delegacia de Polícia Civil, ele sustentava a versão. Diante da insistência do policial militar Carlos Eduardo Pedra, com  vasta experiência em interrogatórios e a também a informação de que câmeras de vigilância haviam flagrado o fato, a suposta vítima acabou confessando que tudo não passava de uma armação para encobrir o cunhado que é menor, 17 anos, a quem ele havia emprestadado o veículo.

- Era uma versão combinada entre eles assim que o choque se sucedeu para não haver maiores problemas para ambos. Combinaram antes da ligação para a Brigada que o rádio, uma corneta e uma caixa de som teriam sumido - disse o inspetor Luciano Dutra.

Descoberta a farsa, agora ambos poderão responder por dano ao patrimônio público, ou seja, terão que reconstruir o muro da escola se assim o juiz entender.
Fotos: Luciano Dutra- Polícia Civil

Governo muda datas de pagamento de Pis/ PASEP

Sexta-feira- 03 de julho

O calendário de pagamento do abono salarial do PIS-Pasep mudou e os trabalhadores nascidos no primeiro semestre do ano só vão receber o benefício a partir de janeiro de 2016. Quem vai receber a partir do dia 22 de julho desse mês são aqueles que nasceram de julho a dezembro.
Por exemplo: quem nasceu em julho recebe a partir do dia 22 deste mês. Nascidos em agosto, a partir do dia 20 do mês que vem. E assim por diante até dezembro. Já quem nasceu em janeiro e fevereiro só vai receber no dia 14 de janeiro de 2016. Quem nasceu em março e abril, vai poder retirar o benefício no dia 16 de fevereiro de 2016. Os últimos a receber serão os nascidos em maio e junho, que só vão ter direito ao abono em 17 de março do ano que vem.
Os trabalhadores vão receber o abono integralmente, não vai ser parcelado. Apenas quem nasceu de janeiro a junho é que vai receber o valor no ano que vem. Este grupo vai receber valor integral retroativo a 2015. Ao todo, 23 milhões de brasileiros que recebem até dois salários-mínimos tem direito ao PIS-Pasep. O governo estima que a metade desses trabalhadores terá o benefício atrasado para o ano que vem. O governo pretende economizar R$ 9 bilhões atrasando o pagamento. O calendário de 2016 ainda não está definido.
Confira na íntegra o calendário do Ministério do Trabalho e Emprego:
 PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL – PIS
NAS AGÊNCIAS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
NASCIDOS EMRECEBEM A PARTIR DE

RECEBEM ATÉ
JULHO

22 / 07 / 201530 / 06 / 2016
AGOSTO

20 / 08 / 201530 / 06 / 2016
SETEMBRO

17 / 09 / 201530 / 06 / 2016
OUTUBRO

15 / 10 / 201530 / 06 / 2016
NOVEMBRO

19 / 11 / 201530 / 06 / 2016
DEZEMBRO

17 / 12 / 201530 / 06 / 2016
JANEIRO

14 / 01 / 201630 / 06 / 2016
FEVEREIRO

MARÇO

16 / 02 / 201630 / 06 / 2016
ABRIL

MAIO

17 / 03 / 201630 / 06 / 2016
JUNHO

Reportagem feita por Babiana Mugnol

 (babiana.mugnol@rdgaucha.com.br)

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Escola Gambada apresenta projeto para 2016

Quinta-feira- 02 de junho
Noite teve samba e apresentação do projeto 2016
Faltando ainda no mínimo sete meses para maior festa popular do Brasil a Escola de Samba Gambada já trabalha firme e forte para o carnaval de 2016.

 A fria noite da quarta-feira não foi empecilho para que a Sociedade Recreio Piratiniense (SRP) palco para tantas atrações nesta Semana da Cultura abrigasse um bom público em busca de satisfazer a curiosidade sobre o que a entidade vai levar para a avenida no próximo ano.

Em um vídeo foram apresentados parte dos desenhos das fantasias, inclusive de destaque e o samba- enredo “ Espelho espelho meu, existe alguém mais Gambada do que eu?” que já está pronto e embalou a corte do carnaval deste ano na apresentação da letra e música.
Sérgio Castro, presidente da Gambada, destacou o esforço não só dos participantes diretos para que a folia se torne uma realidade a cada ano, mas também, daqueles quase anônimos que tem a mesma importância no êxito da escola.
- Nossa entidade é construída pela diretoria, pelos carnavalescos, pelos pais, mas também por voluntários que às vezes nem aparecem em meio ao desfile. Estes não podem ser esquecidos porque fazem parte do esteio da Gambada sendo responsáveis por ela sair bonita – reconheceu Castro.

O presidente disse que já no encerramento do último carnaval o novo enredo começou a ser pensando, e que ele vai contar através de destaques, adereções e alegorias um pouco dos 20 anos de historia.
- Vamos surpreender Piratini fazendo um dos maiores espetáculos que esta cidade já viu. A doação é total de muitos de nós, pois, enquanto tem gente nem pensando em carnaval nós já estamos trabalhando – acrescentou.


Ele finalizou sua fala frisando que fantasias e alegorias já estão sendo pré- confeccionadas e que há uma luta constante para que a diretoria consiga concluir a sede da escola que servirá acima de tudo para um projeto cultural musical e, para isso a parceria da comunidade em doações é primordial.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Sadi Guastucci será velado no Galpão de Rondas

Terça-feira- 30 de junho
Velório está ocorrendo no Galpão de Rondas do 20 de Setembro CTG
Morreu esta tarde no Hospital Nossa Senhora da Conceição em Piratini, o tradicionalista Sadi dos Santos Guastucci que aos 75 anos partiu devido a uma infecção pulmonar, mas já há 15 anos devido a um acidente vascular cerebral estava circunscrito a uma cadeira de rodas.

Além da viúva Loali e dois netos, Sadi deixa três filhos: Sátia, Vagner e Marcial que, em meio aos preparativos para o velório do pai falou do legado deixado pelo mesmo.
Conforme Marcial, seu pai foi um dos maiores incentivadores do tradicionalismo por apostar sempre na juventude ao ser patrão por no mínimo seis oportunidades do 20 de Setembro CTG, a primeira delas em 1975.
- Além da gurizada ele mantinha junto a si o gaúcho campeiro. Isso se refletiu também no Piquete Reste de 35 onde eu fui o primeiro patrão, mas, sempre o tive ao meu lado auxiliando e incentivando, tanto quea a entidade já tem quase 40 anos e ainda é um piquete onde a juventude predomina- conta Marcial.

Mas à frente do  20 de Setembro, Sadi teve uma importância ainda maior ao ser responsável por construir o Galpão de Rondas, situado ao lado do espaço de bailes e onde ainda lúcido pediu para ser velado.

Marcial relata que ali até então, era apenas um espaço de nove metros quadrados onde na parte externa os gaúchos se reuniam para tocar gaita.
- Ele conseguiu uma verba junto à Secretaria de Cultura do Estado e então a primeira parte foi erguida. Em 1984 quando novamente foi patrão, ampliou e concluiu a obra – relembra.

Mesmo não sendo o que o gaúcho chama de uma pessoa muito estudada, pois, cursou somente até a 7ª série, o saudoso apreciava muito a arte e a cultura do Rio Grande do Sul. Era laçador e costumava levar os filhos para os rodeios e envolve-los em todas as atividades de cunho tradicionalista.

 Emocionado Marcial disse que após a doença do pai não foi a mais que três rodeios sozinho.
- Parei de acompanhar. Foi algo que travei dentro de mim –

Dos ensinamentos o tradicionalismo fica em segundo plano já que o ser humano deixa para os filhos muito mais que aquilo que o pago sulino cultiva.
- Ele sempre priorizou o próximo tanto que ficou pobre ajudando os amigos e, é isso que levo comigo – concluiu.

O sepultamento de Sadi dos Santos Guastucci será amanhã, às 15h no Cemitério Municipal.